sábado, 24 de setembro de 2011

Qualidade de vida.

Uma atitude que trouxe qualidade à minha vida foi meu afastamento da TV e das publicações ‘noticieiras’ que raramente mostram o que é realmente bom. Mas esse afastamento tem suas consequências, às vezes não fico sabendo ou demoro a saber de coisas que também trariam qualidade à minha vida, como é o caso do salmão das fazendas de piscicultura sobre o qual um amigo me alertou.

Não é que a danada da cobiça já envenenou o salmão? E eu achando que o peixe, por viver em alto mar e ser ‘atleta de corredeiras’, não podia ser confinado; santa, digo, demoníaca ignorância, por conta dela fui algumas vezes mais ao banheiro… Espero que fique nisso!  

Mas, do limão a limonada, estando a elaborar palestra sobre qualidade de vida, este ‘passar batido’ na historia do salmão fez com que eu me perguntasse: Será que, neste mundo insano, para termos uma vida melhorzinha, temos que, às vezes, ‘engolir’ algo ruim para não engolir coisas piores?